Arquivo da tag: desafios

Projeto: Por que ler os clássicos

Decidi colocar em prática e publicizar um projeto sobre o qual venho pensando já há uns bons meses.

O Projeto Por Que Ler os Clássicos é baseado no livro de mesmo nome do escritor italiano Italo Calvino, que contém pequenos capítulos sobre 32 textos ou autores considerados clássicos da literatura mundial.

Por que ler os clássicos, Italo CalvinoNão estou colocando prazo para isto no momento, mas estando o projeto criado, acabamos direcionando, aqui e ali, as leituras para o que está proposto. Também não me prenderei a ler na ordem – vou indo no que me der vontade. Ainda não procurei por traduções de todos os livros e nem sei se todos estão em português (na edição que tenho de “Por que ler os clássicos”, da Companhia de Bolso, vários estão com títulos não traduzidos), então recorrerei a idiomas estrangeiros que domino o suficiente para me aventurar na leitura (espanhol e inglês – o alemão, coitado, foi ficando para trás sem nunca ter estado exatamente à frente).

Segue a lista de obras/autores que mereceram um capítulo no livro do Calvino:

A Odisséia, de Homero
Anábase, de Xenofonte
Metamorfoses, de Ovídio
História natural, de Plínio
As sete princesas, de Nezami*
Tirant lo Blanc, de Joanot Martorell e Martí Joan de Galba / Don Quixote, de Miguel de Cervantes**
Orlando furioso, Matteo Maria Boiardo
De propria vita, de Gerolamo Cardan
Galileu Galilei
Histoire comique des états et empires de la Lune, de Cyrano de Bergerac
Robinson Crusoe, de Daniel Defoe
Cândido, de Voltaire
Jacques, o fatalista, e seu amo, de Denis Diderot
Giammaria Ortes
Stendhal
Balzac ***
Our mutual friend, de Charles Dickens
Três contos, de Gustave Flaubert
Dois hussardos, de Lev Tolstói
O homem que corrompeu Hadleyburg, de Mark Twain
Daisy Miller, de Henry James
O pavilhão nas dunas, de Robert Louis Stevenson
Joseph Conrad
O doutor Jivago, de Boris Pasternak
La cognizione del dolore / Quer pasticciaccio brutto de via Merulana, de Carlo Emilio Gadda
Eugenio Montale
Ernest Hemingway
Francis Ponge
Jorge Luis Borges
Raymond Queneau
La luna e i faló, de Cesare Pavese

*Esse vai ser complicado, parece que o Calvino se refere a uma tradução específica para o italiano, feita por Alessandro Bausani.
** O capítulo parece discorrer sobre vários romances de cavalaria, sobretudo na relação entre as duas obras citadas. Vou escolher apenas uma para o desafio.
*** Calvino fala especificamente da cidade na obra de Balzac. Assim, ainda farei uma seleção de histórias que se encaixem na temática.

Bout of Books 10 Read-A-Thon | Balanço

 

Explicação da maratona literária aqui.

Minha primeira maratona literária foi um fracasso. Nem vou dar grandes desculpas, a verdade é que eu não estava muito no ritmo da leitura e fui empurrando o grosso do desafio para o fim de semana – e aí sim, fiquei sem tempo porque de repente, como sempre, aparecem mil compromissos inesperados.

Resumo da meta e resultados (finalizado, em andamento, não iniciado):

Harry Potter e a pedra filosofal, de J.K. Rowling

– Precisamos falar sobre Kevin, de Lionel Shriver

Maus, de Art Spiegelman

– Terra sonâmbula, de Mia Couto

– Os livros da magia, de Neil Gaiman

É verdade que fiquei tão frustrada (mentira, não foi tanto assim, mas deu pra me afetar um pouco) que agora nesta semana até dei um gás. Afinal de contas tem coisas demais que quero ler e que estão me observando da estante, é preciso criar espaços de tempo pra realizar esses desejos literários!

Bom, de qualquer maneira achei interessante a ideia, só uma pena não ter acontecido numa semana tão boa pra mim. Fiquei pensando ainda que não são muito boa em criar metas. Não sei, mudo muito de ideia ao longo do caminho, me distraio com outras coisas. Alguém mais é assim? Por exemplo, eu comecei o “Terra sonâmbula” e, apesar de bom, não estou lá com muita vontade de lê-lo agora. Vejamos que destino dou a ele por enquanto.

 

Bout of Books 10 Read-A-Thon

Decidi participar de uma dessas maratonas de leitura que vira e mexe aparecem. A leitura é uma atividade solitária, então deve ser legal essa experiência de ler sabendo que várias outras pessoas estão envolvidas naquilo, mesmo que não estejamos todos compartilhando a mesma leitura. Mas aqui vai a explicação do que é exatamente o Bout of Books Read-A-Thon:

The Bout of Books read-a-thon is organized by Amanda @ On a Book Bender and Kelly @ Reading the Paranormal. It is a week long read-a-thon that begins 12:01am Monday, May 12th and runs through Sunday, May 18th in whatever time zone you are in. Bout of Books is low-pressure, and the only reading competition is between you and your usual number of books read in a week. There are challenges, giveaways, and a grand prize, but all of these are completely optional. For all Bout of Books 10 information and updates, be sure to visit the Bout of Books blog. – From the Bout of Books team

Bout of Books

Ou seja: todo mundo lendo mais do que o normal e/ou de acordo com metas estabelecidas no período de 12 a 18 de maio. Levando em consideração que o resto da vida continua normal (e aliás, o normal no dito período vai ser atípico porque é fim de semestre letivo), resolvi não ser muito ambiciosa e colocar uma meta modesta para mim mesma:

Metas – My Goals

– Terra sonâmbula, de Mia Couto
Esta é a escolha “séria”. Tenho alguns livros do Mia Couto me esperando e pelo que li dele dá para encaixar no desafio por se tratar de uma escrita mais leve apesar de genial.

– Maus, de Art Spiegelman
Livro escolhido para o Desafio do Skoob, que este mês tem por tema biografia.

– Harry Potter and the chamber of secrets, de J.K. Rowling
Como queria há muito tempo reler Harry Potter em inglês, estou optando por colocar algum livro da série como leitura paralela. Acaba sendo a escapatória leve e descompromissada quando estou lendo outro livro mais pesado ou denso. (Update em 11.05: porque não concluí o primeiro livro, estou mudando esta parte do desafio para incluir dois outros que estou lendo no momento e preciso terminar.)

– O livro da magia, de Neil Gaiman
Este é emprestado de uma amiga e tenho que devolver! Também gosto muito do Neil Gaiman e nunca li este.

– Harry Potter and the sorcerer’s stone, de J.K. Rowling
Estou relendo Harry Potter em inglês e já tinha começado este (estou na pagina 90 faltado vinte minutos para o começo da maratona), então pretendo terminá-lo.

– We need to talk about Kevin, de Lionel Shriver
Outro livro que já está sendo lido (estou pela metade agora). O objetivo é terminar este também na maratona. Esta leitura é a escolhida do mês para o “leituras compartilhadas” do pessoal do blog e canal Espanador.

Como se pode notar, tentei colocar leituras mais leves, já que geralmente durante a semana leio mais no fim do dia, quando a mente já está cansada. De qualquer maneira, considerando o tempo limitado que tenho, ainda acho esta uma meta para a qual eu terei que me esforçar para conseguir cumprir, porque afinal de contas é para ser um desafio também.

Se alguém mais quiser participar, é só entrar no site e seguir as instruções. Seria muito legal ter mais pessoas na maratona da próxima semana!

Updates

20 de maio: Acabei não postando atualizações constantes, mas o balanço final pode ser lido aqui.